Image
Voltar ao topo
Exibir menu
21 de novembro de 2013

A vida noturna na fotografia de Anders Petersen

Sexo, drogas, amor, ódio e as loucuras da vida noturna. Embarque em uma viagem memorável com a fotografia de Anders Petersen.

Anders Petersen fotografia
O sueco Anders Petersen é conhecido por seu trabalho documental, de caráter intimista e pouco convencional, em preto e branco. Adora registrar personagens da noite, como prostitutas, travestis, bêbados e drogados, andarilhos e amantes. Em seu projeto mais famoso, chamado Café Lehmitz (1978), Petersen reuniu diversas imagens que retratam a vida noturna de 1967 a 1970, sendo a maior parte feita em um bar homônimo, localizado em Hamburgo, Alemanha.

Eu gosto muito da fotografia de Anders Petersen por dois motivos muito pessoais e simbólicos. O primeiro é o fato de ela ter uma carga emocional muito grande, provocando algum tipo de sensação quase instintiva em mim, e a mesma não é necessariamente boa. O segundo é que eu sou fã de fotografias de rua, principalmente as que mostram a vida noturna, a juventude ou personalidades renegadas pela sociedade.

“Fotografe com o coração, não com o cérebro.”

Uma das filosofias de Petersen – “fotografe com o coração, não com o cérebro” – é talvez a característica mais marcante em seus projetos. Sua obra quer mesmo é escancarar emoções, tais como o amor, ódio, medo, tesão ou solidão.

Fotos que trazem mais perguntas do que respostas representam outro ponto relevante para o fotógrafo. É notável o número de situações bizarras e fora de contexto, que instigam ainda mais nossa curiosidade, deixando-nos confusos e com um grande WHAT THE FUCK na mente.

Para Anders Petersen são os encontros que importam, as imagens vêm em segundo lugar. Talvez por isso elas transmitam tão bem as histórias de suas figuras. É perceptível a intimidade criada entre ele e as pessoas fotografadas, ele parece conhecê-las há tempos. Existe uma atmosfera humana inegável. Os detalhes são delicados e ao mesmo tempo chocantes.

Embarque em uma viagem memorável com a fotografia de Anders Petersen. Assim como eu, deixe-se levar e sinta cada pedaço de emoção compartilhada pelos retratos, depois diga o que achou ali embaixo nos comentários.

Para saber mais sobre Anders Petersen, acesse seu site oficial.

/ Gostou deste post? Então experimente nossa newsletter semanal. Assine nossa newsletter.

/

Criador do @cultpopshow, amante de cultura pop e boas conversas. Faminto por novas ideias e fascinado pela história da juventude. Ama ler, escrever, ouvir músicas e assistir a séries de TV.

  • Edgar Fonseca

    Sensacional!

  • Henrique Nunes

    Adorei as fotos, me lembrou um pouco o Mark Morrisroe.

/CultPopShow © 2008-2014. Todos os direitos reservados.   |   Agência WCK