Image
Voltar ao topo
Exibir menu
13 de janeiro de 2014

Symmetry: um curta simétrico que começa do jeito que termina

O projeto de graduação de Yann Pineill - Symmetry - é um curta cuja segunda metade é a inversão exata da primeira, revelando outro ponto de vista da história.

Symmetry
O cinema não faz muito uso de um recurso chamado palíndromo, o qual diz respeito a qualquer coisa que se possa ler indiferentemente da esquerda para a direita e vice-versa, possuindo o mesmo sentido. Para algo ser palíndromo é necessário que também seja simétrico. Este é o grande motivo por trás do curta Symmetry, criado como projeto de finalização do curso de Yann Pineill.

O curta nos mostra a história de um casal que começa e termina no mesmo ponto. A partir de um momento, a trama dá um rewind e revemos tudo de trás pra frente. Pode parecer desnecessário, mas a surpresa vem quando percebemos que a segunda parte complementa a primeira. O impacto, no entanto, é causado pela total simetria de ambas as partes – tanto visual, quanto musical -, decisão criativa que exige planejamento apurado.

A narrativa de Symmetry pode nem ser tão incrível, mas o diferencial vem pela maneira como ela se dá. Em questão de storytelling, é um conto peculiar quanto ao nosso incessante desejo de voltar no tempo. Vale o play!

Dica do nosso colaborador, Gustavo Nogueira.

/ Gostou deste post? Então experimente nossa newsletter semanal. Assine nossa newsletter.

/

Conteúdo que alimenta a mente. Música, cinema, TV, moda, fotografia, arte e comportamento. Um verdadeiro polimorfismo cultural.

/CultPopShow © 2008-2014. Todos os direitos reservados.   |   Agência WCK