Image
Voltar ao topo
Exibir menu
24 de julho de 2014

Random Stop: um curta em primeira pessoa de tirar o fôlego

Voltando para casa, no final do seu turno, o xerife Kyle Dinkheller faz uma parada final que acaba em tragédia. Baseado em fatos reais, o curta Random Stop é de tirar o fôlego. Assista!

Random Stop

Em 1998, o xerife Kyle Dinkheller foi brutalmente assassinado (clique para ler) numa rodovia do estado da Georgia, EUA. O motorista Andrew Howard Brannan, ao ser parado pelo policial por excesso de velocidade, resolve confrontá-lo de maneira agressiva e acaba numa troca de tiros, ocasionando a morte de Dinkheller. O momento foi registrado por uma câmera de trânsito. Brannan fugiu, mas foi encontrado no dia seguinte e sentenciado à morte.

O curta Random Stop (2014) remonta o incidente de um jeito inigualável. Gravado inteiro em primeira pessoa – o que impressiona logo de cara e transmite a sensação de um jogo de videogame –, o suspense deixa o espectador no limite da tensão. É angustiante ter a perspectiva do personagem, ainda mais quando ele está sendo assassinado. No entanto, o impacto maior é pela realidade passada pelo filme. Parece mesmo que aquilo está acontecendo.

Dirigido por Benjamin Arfmann, o curta foi destaque no SXSW 2014, além de ter sido um dos finalistas no BAFTA Student Film Awards. Vale o play!

/ Gostou deste post? Então experimente nossa newsletter semanal. Assine nossa newsletter.

/

Conteúdo que alimenta a mente. Música, cinema, TV, moda, fotografia, arte e comportamento. Um verdadeiro polimorfismo cultural.

/CultPopShow © 2008-2014. Todos os direitos reservados.   |   Agência WCK