Image
Voltar ao topo
Exibir menu
12 de agosto de 2014

Pessoas cobertas de guloseimas lembram o quanto somos viciados em junk food

O artista James Ostrer cobre pessoas com guloseimas, criando esculturas nojentas para questionar o consumo desenfreado de junk food, além do culto à celebridade.

James Ostrer

Nós costumamos adorar celebridades e falar sobre suas vidas como se fossem amigos próximos. Basta rolar o seu feed para ver quantos links do TMZ e outros tantos sites de fofoca você encontra com o boato do dia. Outra coisa que todo mundo adora é junk food. Açúcar, assim como as celebridades, está presente no dia a dia de qualquer alma viva deste planeta.

Pensando nisso, James Ostrer resolveu engrossar a discussão sobre essa adoração cega por celebridades e açúcar numa série de fotos incríveis – chamada “Wotsit All About” –, beirando o repugnante. As imagens, que questionam uma globalização corrompida e a produção cada vez mais duvidosa de alimentos, mostram pessoas completamente cobertas por diversos tipos de guloseimas, formando esculturas absurdas. De chantilly à casquinha de sorvete, tem de tudo.

“Somos facilmente manipulados – e bombardeados – para comer e beber mais desses tipos de alimentos de diversas maneiras como, por exemplo, quando aumentaram a abertura da garrafa de Coca-Cola, fazendo com que a gente a bebesse muito mais rápido”, conta James Ostrer em seu release. A proposta é mergulhar no lado negro de um mundo destruído pela cultura de massa, encorajando-nos a questionar as decisões que são feitas para nós e por nós. Além, é claro, de apontar o quanto somos superficiais.

Eu amo comer Kit Kats, cookies e sorvetes. Eu preciso de açúcar pelo menos cinco vezes ao dia.” – Kim Kardashian

Dá uma olhada!

Para mais informações sobre James Ostrer e sua arte, acesse o site da galeria Gazelli Art House.

/ Gostou deste post? Então experimente nossa newsletter semanal. Assine nossa newsletter.

/

Conteúdo que alimenta a mente. Música, cinema, TV, moda, fotografia, arte e comportamento. Um verdadeiro polimorfismo cultural.

/CultPopShow © 2008-2014. Todos os direitos reservados.   |   Agência WCK