Image
Voltar ao topo
Exibir menu
7 de janeiro de 2014

Bradley Garrett e a jornada fascinante a lugares escondidos de grandes cidades

O explorador urbano Bradley Garrett registra suas aventuras a locais secretos, esquecidos ou pouco explorados de grandes cidades. Um verdadeiro manifesto social.

Bradley Garrett

Topo da ponte Forth Rail, Edinburgh, Escócia.

Certeza que a maioria das crianças já sonhou em ser arqueólogo para viver uma vida de Indiana Jones (quem nunca?), pelo menos até descobrir que é uma das profissões menos promissoras. Contrariando as estatísticas, Bradley Garrett manteve o desejo de exploração a lugares desconhecidos, mas ao invés de seguir a carreira de arqueologia, formou-se em antropologia, pois não gostava da ideia de ser alguém com autoridade sobre a herança de outras pessoas.

Bradley juntou o amor pela exploração e a bagagem educacional para criar um projeto fascinante, chamado Explore Everything: Place-Hacking the City. Mais caracterizado como arqueologia alternativa, o projeto faz parte de uma nova onda de profissionais deste século, que exploram o cenário urbano com o objetivo de redescobri-lo. É quase como o caminho oposto ao da tradicional arqueologia/antropologia.

O urbex (de urban exploration) – como é conhecido o “movimento” – contém diversos seguidores divididos em tribos com razões diferentes, porém de propósito semelhante: penetrar lugares escondidos ou inacessíveis das cidades. Ruínas, construções inacabadas e/ou abandonadas, túneis, metrôs e pontes são alguns dos locais preferidos desses aventureiros. E o que os motivam? Segundo Garrett, pode ser a adrenalina e o sentimento de liberdade, a manifestação política ou ainda o anseio por documentar áreas que organizações públicas ou privadas ignoram.

Eu acho que socialmente e individualmente, ou mesmo existencialmente, exploração urbana é uma prática muito importante para que um monte de pessoas possam esculpir um lugar para si na cidade.

Naturalmente, a aventura ocorre durante a madrugada na maioria das vezes, já que alguns lugares estão fechados ou restritos para o acesso público. A prática não é tão simples quanto parece e exige planejamento prévio, além de algumas habilidades dignas de agentes secretos para esquivar de guardas e sistemas de segurança.

Em Explore Everything: Place-Hacking the City, vemos o trabalho de 5 anos de Bradley Garrett. Visitas a lugares anônimos (ou nem tanto) de Paris, Berlim, Londres, Chicago, Las Vegas, Los Angeles, entre outros. O projeto é um verdadeiro manifesto social, político e filosófico, além de um retrato imprevisto das metrópoles do século XXI.

Veja mais fotos de Bradley Garrett em seu site oficial.

/ Gostou deste post? Então experimente nossa newsletter semanal. Assine nossa newsletter.

/

Criador do @cultpopshow, amante de cultura pop e boas conversas. Faminto por novas ideias e fascinado pela história da juventude. Ama ler, escrever, ouvir músicas e assistir a séries de TV.

  • Matheus Yehudi

    Fantástico.

/CultPopShow © 2008-2014. Todos os direitos reservados.   |   Agência WCK